domingo, 9 de novembro de 2008

SC Arcoense volta a vencer

O SC Arcoense alcançou a segunda vitória consecutiva no campeonato, derrotando o Calipolense por 3-0. Os golos da equipa verde e branca foram apontados por Deco (2) e Panta.

A primeira parte nem sempre foi bem jogada, o Calipolense tinha mais bola mas não conseguia criar lances de perigo junto a baliza de Belchior, enquanto os comandados de Vítor Caldeira baseavam o seu jogo em rápidos contra-ataques que nem sempre eram aproveitados da melhor forma. O momento crucial do encontro aconteceu a cinco minutos do intervalo, na sequência de um livre, a bola é cruzada ao segundo poste e quando Valter se preparava para cabecear é agarrado por um adversário, o senhor Fernando Oliveira não hesitou e apontou para a marca de grande penalidade. Este lance provocou grande contestação dentro e fora das quatro linhas por parte dos homens da casa, alheio a esse ambiente Deco foi chamado à conversão e após permitir uma primeira defesa ao guarda-redes, na recarga não perdoou colocando o Arcoense na frente do marcador. O intervalo chegou pouco depois ainda com os ânimos bastante exaltados. A segunda parte foi idêntica à primeira, não se praticava bom futebol e as ocasiões escasseavam perto das balizas. Vítor Caldeira refrescou o ataque, Luís Miguel rendeu Kilha à passagem do vigésimo minuto da segunda metade. O Calipolense para além de estar em desvantagem no marcador também iria ficar reduzida a dez elementos após uma entrada dura sobre Cabrita. Instantes depois os muitos adeptos arcoense presentes em Vila Viçosa iriam festejar o segundo golo, Deco com um forte remate à entrada da área bisou no encontro. O jogo ficou praticamente resolvido com este segundo golo, e o técnico forasteiro aproveitou para colocar em campo JP para o lugar do autor dos golos, Deco. Até final o SC Arcoense foi dono e senhor do jogo, por isso não foi de estranhar que chegasse ao terceiro golo, por intermédio de Panta que deu o melhor seguimento a um canto de Luís Miguel. Curiosamente esta seria a sua última intervenção no jogo, pois Daniel Tracanas já estava pronto para o substituir junto à linha lateral. Em suma, nenhuma das equipas praticou um futebol bonito, mas os pupilos de Vítor Caldeira foram premiados pela sua eficácia e conquistaram assim mais três preciosos pontos, subindo para 8º na classificação geral. No próximo fim-de-semana o campeonato pára devido a realização da 1ª Eliminatória da Taça do distrito de Évora, o SC Arcoense desloca-se até a Giesteira para defrontar a equipa local.

Esta vitória é dedicada ao Luís Nunes, que está a passar uma fase complicada devido ao falecimento do seu pai.




Arcoense


12 – Luis Belchior
24 - Valter
14 - Arkista
18 - Deco
21 - P. Espiga
8 - Panta
2 - Roberto
20 - Garcia
13 - Kilha
9 - Cabrita
25 - Fabio Tracanas


Suplentes:

1 – João Ferreira
19 - Pucarinhas
17 – Daniel Tracanas
22 - JP
4 - Barolas
5 - Mark
10 - Luis Miguel



Equipa Técnica:

Vítor Caldeira (T)
Carlos Sapateiro (TA)
Luis Nunes (D)
Duarte Frechaut (M)


Substituições:

Saíu / Entrou:

Kilha / Luis Miguel (65')
Deco / JP (80')
Panta / Daniel Tracanas (85')




Disciplina:

Panta - Amarelo
Garcia - Amarelo
Deco - Amarelo


Golos:


Deco (40'; 70')
Panta (85')




1 comentário:

Bastet disse...

Arbitragens Polémicas!

Dê a sua opinião.

http://sports-on-line.blogspot.com/